(11) 2342-5000
colegiosaomiguel@colegiosaomiguel.com.br

Histórico



Fundado em 1952, o Colégio Franciscano São Miguel Arcanjo nasceu, 13 anos antes, com o nome de Escola São José de Vila Zelina, sob direção de Irmã Maria Júlia, para atender os filhos de imigrantes lituanos radicados na região de Vila Zelina. Era apenas um galpão antigo e alugado de onde saiu em 1941 para ocupar um prédio novo, junto à Igreja de Vila Zelina, para melhor suprir a procura crescente de famílias que desejavam educação diferenciada para seus filhos.



Inauguração da Escola São José



O nome escolhido para a entidade, além de fazer referência ao Arcanjo Miguel, homenageava o Monsenhor Michael Krusas, sacerdote incentivador da vinda das pioneiras Irmãs Franciscanas da Providência de Deus, que até hoje tão bem direcionam a equipe educativa e pedagógica do colégio.



Primeiras Irmãs



Desde a fundação, os alunos frequentaram aulas com uma equipe docente bem preparada, contando com material sempre atualizado para a época.



Primeiro grupo de Professoras




Anos 50

Já nos anos 50, o colégio dispunha de material de pesquisa e de observação, como é o caso do “esqueleto” humano verdadeiro, mantido no laboratório de Biologia até hoje e carinhosamente apelidado pelos alunos de “Biroscaveira”. Mapas, microscópios, projetores, máquinas de escrever, equipamento de última geração da década de 50, estavam presentes às aulas para melhor aproveitamento dos alunos.



Estudo de anatomia com o "Biroscaveira"





Aula de datilografia



Espaço para convivência e bom relacionamento sempre fizeram da escola um ambiente mais saudável. Já datam dos anos 50 as apresentações teatrais que hoje envolvem os alunos no “Samiarte”.



Encenação da Peça Cinderela



Um costume próprio dessa década era praticado entre os alunos, a escolha e coroação da Rainha do Colégio, numa festa envolvendo toda a comunidade educativa.



Coroação da Rainha do Ginásio - Silvia Passini pela Irmã Marcelina - 1956



Nas aulas de Educação Física, praticava-se a “ginástica calistênica” (prática sincronizada de exercícios físicos), reflexo da mentalidade familiar e educativa da época, que impunha muita rigidez nos hábitos e costumes.



Alunos em exercício de cultura física




Anos 60

Nos anos 60, já Instituto São Miguel Arcanjo, destacava-se a Escola Normal, formadora de jovens professoras do antigo Curso Primário. As normalistas, entre outras atividades, eram responsáveis pela montagem dos painéis em todas as salas de aula com frases que aguçassem a reflexão do corpo discente a respeito da vida e da educação.



Irmã Giovanna com alunas do curso normal no saguão de entrada do colégio





Montagem de painéis educativos



Na época das festas juninas, ensaiava-se a “square dance”, denominação americana para a famosa quadrilha, mantendo uma certa tradição da origem americana das Irmãs fundadoras.



Apresentação de Square dance - 1960





Formatura




Anos 70

O colégio sempre participou, principalmente durante os anos 70 e 80, dos desfiles cívicos no Parque Ibirapuera e na Avenida Tiradentes, apresentando pelotões impecáveis, liderados pela fanfarra e balizas que abrilhantavam a festa com suas evoluções. Entretanto a participação não era limitada a exercícios físicos, mas também tinham conotação política porque expunham críticas a ações do governo, como a criação desenfreada de usinas hidrelétricas em detrimento das reservas naturais, preconizando, já nessa época, a preocupação ecológica tão atual.



Concentração para o desfile da Semana da Pátria. Ao fundo o monumento à Independência - 1972





Alunos no Parque do Ibirapuera preparam-se para solenidade cívica



Atividades religiosas e artísticas sempre fizeram parte da educação franciscana, evidenciadas em várias solenidades, como a confecção do tapete de rua por ocasião da festa de Corpus Christi, que contava com a participação de vários alunos e educadores, estendendo-se por toda a rua Campos Novos.



Tapete de rua - festa de Corpus Christi





Demonstração de ginástica no Estádio do Ibirapuera - 1973





Solenidade de formatura na quadra coberta




Anos 80

O incentivo à pesquisa promovido pelos educadores culminavam em excelentes trabalhos apresentados pelos alunos nas Feiras de Ciências e Cultura, que reuniam estudantes, educadores, familiares e visitantes numa harmoniosa convivência.





Feira de Ciências




Anos 90

Os educadores franciscanos sempre buscaram o aprimoramento educativo do corpo discente, unindo lazer e conhecimento, em atividades extracurriculares como os estudos do meio realizados em diferentes cidades paulistas. Na década de 90, os estudos do meio se voltavam para Cananeia, onde os alunos tinham oportunidade de fazer um estudo histórico e econômico da cidade e imediações; para a Ilha do Cardoso e reserva da Jureia, onde observavam a fauna e a flora da Mata Atlântica, do mangue, do costão, da restinga e da praia; na região de Capão Bonito, tinham oportunidade de fazer estudos de espeleologia e da Mata Tropical na Fazenda Intervales.

Durante a mesma década, as instalações do colégio foram reformadas e ampliadas. As escolas de esporte, que sempre estimularam melhor qualidade de vida pela prática esportiva, deram origem à Academia, inaugurada em 31 de março de 1999, com o mesmo objetivo anterior, além de auxiliar na formação dos alunos nos aspectos físico, emocional, intelectual e principalmente social. Envolvendo alunos, pais e interessados na prática esportiva do futebol, dança, natação, volei, musculação, handebol, hidroginástica, capoeira, ginástica rítmica e judô, passou a participar de mais competições esportivas, envolvendo essas modalidades.



Descerramento da placa de inauguração da Academia Ir. Maria, Ir. Joanice e Ir. Cristina





Apresentação do Coral - 1996




Anos 2000

As atividades pedagógicas foram beneficiadas com o investimento na área de informática, podendo os alunos iniciarem-se nessa área que atualmente se constitui na forma mais eficaz de comunicação e de ensino. Foi criado o laboratório de informática, sendo incorporadas ao currículo aulas nesse setor. Daí em diante, a escola acompanhou a evolução tecnológica, contando hoje com mídia nas salas de aula, além de lousa digital, onde os alunos aprimoram os conhecimentos orientados pelos professores. Além do benefício tecnológico, as atividades docentes se ampliaram nos estudos do meio, enriquecendo o conhecimento adquirido nas aulas; nessas atividades, os alunos podem conhecer e visitar:



MASP – visita ao acervo e a exposições temporárias para enriquecimento cultural dos alunos;





Museu Paulista – onde o Brasil Império e República é visitado através do acervo;





Sala São Paulo – visitada com o objetivo de vivenciar a cultura musical erudita e conhecer uma das mais modernas salas de concerto da América Latina;



Universidades – o Ensino Médio também visita universidades num trabalho desenvolvido para orientação profissional, além de participarem da Feira das Profissões, realizada no colégio, com a presença de profissionais de várias áreas e das próprias universidades, que trazem informações sobre os cursos;



CBA (Companhia Brasileira de Alumínio) e Natura - estas duas empresas são visitadas pelo Ensino Médio para entender o processo de produção de uma fábrica, observando a robótica na Natura;





Santos – visita ao Museu do Café, à Bolsa de Valores, ao Aquário, à Igreja de Santa Terezinha no Monte Serrat;





Salesópolis- observação da nascente do rio Tietê, das antigas instalações da usina hidrelétrica e estudo do histórico local;





Estação Ciência - os alunos visitam vários departamentos de física, matemática e biologia, aprofundando os conhecimentos em ecossistemas, terrarium, lógica, sólidos geométricos e fósseis;





Show da Física – atividades práticas para melhor entender o conteúdo estudado em aula;





Fazendinha – os alunos do Infantil e do Minimaternal têm a oportunidade de conhecer o bicho da seda, um berçário de animais e recebem informações sobre alimentação saudável;





Cidade do Livro – onde a escola procura reforçar o gosto pelos livros; Toca da Raposa – uma tribo indígena do centro-oeste brasileiro ensina às crianças seus hábitos e costumes;





Conversa com autores – o contato com vários escritores em diferentes faixas etárias aguça o gosto pela leitura e escrita.



O colégio investe constantemente na formação acadêmica e pessoal de seus educandos, desenvolvendo vários projetos, como a realização interna das Olimpíadas de Matemática e de Redação, que revela novos autores. Também investe no PROERD, este em parceria com a Polícia Militar, visando à prevenção contra a violência e o uso indevido de drogas.



Olimpíada de Matemática e Redação





Formatura PROERD



A Direção ampliou a Educação Infantil, recebendo crianças para o Maternal e o Minimaternal, e criou Curso Integral, proporcionando maior assistência pedagógica aos alunos.



Minimaternal



O SAMIAR foi o pioneiro na Zona Leste de São Paulo a firmar parceria com uma universidade americana (Texas Tech University) e possibilitar aos seus alunos, através do High School, a continuidade dos estudos em universidades americanas. O ensino da língua inglesa no curso regular é reforçado no English Camp, acampamento no distrito de Itapetininga, onde os alunos dos 8os. anos vivenciam a oralidade do inglês junto aos professores e monitores especializados.



High School



A equipe masculina de futebol foi campeã na Rússia em 2008 e a feminina de ginástica rítmica é hexacampeã paulista.



Equipe de Futsal, campeã em Moscou



Curso de Robótica também faz parte do currículo do São Miguel, que proporciona, além das aulas constantes do currículo do Ensino Fundamental I, aulas direcionadas a uma equipe formada por alunos de outros segmentos e que já foi vencedora, em 2010, do Torneio First Lego League Regional no quesito “Pesquisa” sobre o tema “Uma solução para o meio de transporte”.



Equipe campeã de Lego no quesito "Pesquisa" - Torneio FLL



Para que seja feita a transição do 5º. para o 6º. ano e do 9º. para o Ensino Médio, de forma prazerosa e acolhedora, os alunos participam de atividades monitoradas no NR (Acampamento Nosso Recanto) e no Sítio do Carroção a fim de prepararem-se para um futuro cheio de desafios.



Carroção 2011



E vencer desafios é uma constante no Colégio Franciscano São Miguel Arcanjo, que há 64 anos educa para a Paz e o Bem, cumprindo a missão de preparar seus educandos para a vida solidária e cidadã, tendo como prioridade a excelência acadêmica, cujo reconhecimento culminou com a concessão do Selo de Qualidade, em 2010, expedido pelo Conselho Nacional de Certificação da Qualidade em Gestão Escolar.

Nosso Endereço:
Rua Campos Novos, 153
Vila Zelina - SP / CEP 03145-020
Nosso Contato:
(11)2342-5000
colegiosaomiguel@colegiosaomiguel.com.br
© 2016 Colégio Franciscano São Miguel Arcanjo. Todos os direitos reservados